Letra – Não Encosta a Barriguinha

Antigamente era assim
Numa bailanta de galpão
A xiruzada entreverada
Entortava no salão

A xiruzada entreverada
Entortava no salão
Antigamente era assim
Numa bailanta de galpão

(Refrão)
E a comadre lá num canto
Diz pra moça no salão
Não encosta a barriguinha
Na fivela do peão

No repicar de uma vanera
Dança a prenda e o peão
Tem quem dance a noite inteira
Até descascar o garrão

Tem quem dance a noite inteira
Até descascar o garrão
No repicar de uma vanera
Dança a prenda e o peão

(Refrão)

Redemunhando pela sala
Tia Marica bate o pé
Dança comadre Maria
Com o compadre José

Dança a comadre Maria
Com o compadre José
Redemunhando pela sala
Tia Marica bate o pé.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s